Reumatismo na infância: A importância do diagnóstico por um especialista


Assim como ocorre em adultos, o reumatismo na infância consiste em um grupo de doenças que afeta os músculos, articulações e esqueleto do paciente.

Segundo dados fornecidos pelo Hospital Sírio Libanês, espera-se que cerca de 25% das doenças reumáticas acometem indivíduos com menos de 16 anos de idade, em países desenvolvidos.

O reumatismo na infância requer um diagnóstico precoce e tratamento intensivo, para evitar o agravamento da condição para casos irreversíveis, e para garantir a melhor qualidade de vida do indivíduo.

É justamente sobre a importância do diagnóstico preciso sobre doenças reumáticas em crianças e adolescentes, que falaremos ao longo desse artigo, nos acompanhe na leitura!

 

 

Quais são as principais doenças reumáticas na infância?

 

 

Em sua maioria, as doenças reumáticas na infância são causadas por alterações no sistema imunológico, onde o sistema imune passa a usar mecanismos de defesa, atacando estruturas do próprio corpo do paciente.

Em geral, os sintomas são similares aos que afetam os adultos, como dor e inchaço nas articulações, emagrecimento, febre, atrofia muscular e febre, além do acometimento inflamatório de diversos órgãos.

Entre as principais doenças reumáticas na infância estão:

 

– Febre reumática  

A febre reumática é ocasionada, devido a reação do paciente a uma infecção de garganta pela bactéria estreptococo.

A doença pode afetar as articulações, pele, e até mesmo órgãos como o coração e cérebro.

A faixa etária de pacientes, mais suscetíveis a febre reumática está compreendida entre 5 e 15 anos de idade.

A febre reumática requer tratamento imediato, pois pode evoluir deixando o paciente com sequelas cardíacas graves.

 

– Artrite idiopática juvenil

A artrite idiopática juvenil, é umas das doenças reumáticas mais comuns entre crianças e adolescentes.

Esta doença consiste na inflamação das articulações, afetando principalmente regiões como joelhos e tornozelos. Ela também pode afetar outras áreas do corpo como a pele, olhos, coração e outros órgãos.

Geralmente a artrite idiopática juvenil apresenta sintomas antes dos 16 anos de idade do paciente.

 

– Lúpus eritematoso sistêmico juvenil

O lúpus eritematoso sistêmico juvenil é uma doença autoimune, que não possui causas esclarecidas.

Uma doença que causa uma inflamação intensa, que pode afetar todo o corpo do paciente, e o seu início ocorre até os 16 anos.

Quais os sintomas e tratamento do reumatismo na infância?

 

Na maioria das vezes, o primeiro sintoma se apresenta com a queixa de dores por parte da criança ou então por sua dificuldade em caminhar, correr e brincar, apresentando dificuldades ao realizar essas atividades rotineiras.

Também é notado, que o pequeno paciente sente algum tipo de dor que pode ser constante e que persiste mesmo com a intervenção de fármacos analgésicos, estando até mesmo em repouso, atrapalhando o sono noturno da criança.

As causas podem ser as mais diversas, e muitas vezes a doença pode demorar a ser identificada. A criança pode passar pela avaliação de diversos profissionais, o que gera um atraso no seu correto diagnóstico.

O diagnóstico antecipado é essencial para garantir o tratamento adequado e evitar o agravamento da doença. O médico especialista em doenças reumáticas em crianças e adolescentes, possui um papel fundamental, pois é o mais adequado a mapear os sintomas e investigar qual tipo de doença reumática a criança possui.

O tratamento estabelecido será realizado de acordo com a doença, estágio, sintomas e idade da criança / adolescente, porém, dependendo da origem, requer a prescrição de anti-inflamatórios, antibióticos e outras drogas que agem como prevenção a progressão da doença.

Ao mesmo tempo, com um diagnóstico antecipado e tratamento precoce, é importante conscientizar os responsáveis pelo paciente de que algumas das doenças reumáticas não possuem cura, mas podem ser facilmente controladas por meio do tratamento adequado.

Se você procura ser um profissional diferenciado na Medicina, cursar uma Pós-Graduação em Reumatologia vai fazer toda a diferença na sua carreira.

O IEFAP, em convênio com a Uningá, oferta o Curso de Pós-Graduação em Reumatologia, nas modalidades presencial e presencial com aulas online. O curso possui aulas mensais aos finais de semana.

Não perca mais tempo! Comece hoje mesmo a mudar a sua carreira e a sua vida, matriculando-se na Pós-Graduação em Reumatologia.

Se você gostou desse conteúdo, confira outros posts exclusivos em nosso blog, até o próximo artigo!


Fale Conosco

Iefap - Conheça nossos cursos de Pós-Graduação








    Avenida Advogado Horácio Raccanello Filho, 5570 - Ed. São Bento Sala 1002

    Maringá - PR

    iefap.cursos@iefap.com.br

    (44) 3346-3500 / 3346-3800

    (44) 9 8813.1364

    Tem dúvida? Fale conosco!